27 de dez de 2013

Papos de sexta: O que você quer ser quando crescer?

“Vida nova em 2013!”

Foi a primeira coisa que eu disse em janeiro passado. Acho engraçado como precisamos de datas específicas para mudar nossa vida. Dietas começam na segunda-feira, vontades de mudar a vida, no dia 1º de janeiro, e assim por diante. Que bom que não precisamos de data específica para começar um livro novo!

E mais um ano se passou. Com os panetones chegam os posts meio auto-ajuda de final de ano. Geralmente eles trazem uma retrospectiva do que foi bacana nos 365 dias passados e listam desejos incríveis para os próximos 365 dias que estão por vir. Que tal uma programação diferente neste final de ano?

“O que você quer ser quando crescer?”


Essa é a pergunta que todos os adultos fazem aos pequenos. A lista, quando se é criança, é bem eclética: bailarina, motorista de ônibus, médica, arqueólogo, astronauta,.... mas ninguém diz “feliz”. Porque, para a criança, isso é básico, é padrão. E por que não deveria ser?

Fazemos planos, estudamos, nos preparamos para um futuro que já chegou e não vimos. Crescemos sem sentir, sem nos dar conta de que o tempo passa rápido. E a viagem que ficamos de fazer, mas não arriscamos porque o dólar estava alto? E o livro que não escrevemos porque não sabíamos se seria publicado? E o “sim” que não demos porque tivemos medo de que daria errado?

 “O que você quer ser quando crescer?”


Crescemos a todo o momento, a cada aprendizado, e não somente a cada apagar de uma vela em um bolo. Então, por que esperar o amanhã para ser o que queremos ser hoje? Podemos nos planejar para cada ano da nossa vida, mas a verdade é que não sabemos ao certo quanto tempo nos resta. É preciso se perguntar sempre: “o que você quer ser quando crescer”?

É bonito escrever palavras otimistas e não levar em consideração as escolhas difíceis que temos que tomar diariamente, as responsabilidades. E são muitas. Tem um trabalho que toma grande parte do seu tempo? Dedique-se e faça a diferença. Tem vontade de escrever um livro, de entrar para um reality show, de viajar sozinho? O que te impede? Medo? Com o mínimo de planejamento, o medo fica pra trás e você ganha histórias para contar, mesmo que o livro não seja publicado, que não entre para o reality ou que a viagem seja feita em turma.


Faça a diferença, reinvente-se, diferencie-se.

2014 começa agora. O novo ano não começa em 1º de janeiro. Ele tem início a todo o momento, sempre e de novo, seja em janeiro, em dezembro, em junho ou abril. Não espere. Seja feliz agora, amanhã e sempre. Seja hoje o que você quer ser. Só depende de você.

4 comentários:

Ana disse...

Lindo post!!!
Sempre nos esquecemos que cada dia é uma oportunidade de um novo recomeço...
Inclusive eu!!!!
Bjo e um excelente 2014 pra nós!!!

Ana disse...

Lindo post!!!
Sempre nos esquecemos que cada dia é uma oportunidade de um novo recomeço...
Inclusive eu!!!!
Bjo e um excelente 2014 pra nós!!!

Raffafust disse...

Frini

Ano novo tem dessas coisas, a gente acredita de verdade que porque o calendário mudou a vida vai melhorar, e no fundo até acho isso bom, a gente não fica se lamentando pelo que não deu certo, o ano novo chega e fazemos promessas, pode ser de trabalhar menos, ou de malhar mais, de viajar para algum lugar bacana, de não cometer os mesmos erros... mas tem coisas que não há como prever, o futuro é nosso, a gente tem várias formas de mudar o que não gostamos mas alguns acontecimentos não dependem somente de nós...e sei lá se o universo conspira contra ou a favor, o como reagimos é nossa culpa, e para dar a volta por cima basta querermos!
Desejo que 2014 seja só de coisas maravilhosas, muitos livros, shows, eventos , viagens e claro : saúde e paz porque como diz o Bial o resto a gente corre atrás.
Feliz ano novo! <3!

Beijos

Tita Mirra disse...

Nem preciso dizer que amei esse post, né? Eu tenho mania de planejar e não executar as coisas, sou uma procrastinadora e não me orgulho disso :/ Mas preciso dar um jeito nisso em 2014! Com a coluna do jeito q está, esse será um ano de fazer escolhas, estabelecer prioridades e, principalmente, não perder tempo com coisas q não me acrescentam nada :) Um beijo enorme e feliz ano novo!