4 de jul de 2013

Livros estampados

Oi galera, tudo bem com vocês? Eu estou muito empolgada porque hoje vou falar de dois assuntos que são meus favoritos: livros e estampas. Elas são versáteis e estão por toda a parte: almofadas, roupas, poltronas, bolsas e... livros! Sim, isso mesmo. Livros estampados são a mais nova tendência. Na verdade, muitos livros antigos usavam padronagens nas capas, e ultimamente, essa moda parece ter voltado, dessa vez com uma pegada mais moderna e conceitual.

Começou com a Penguin, que lançou uma coleção maravilhosa de clássicos de capa dura, revestidos em pano e exibindo as estampas da designer Coralie Bickford-Smith. Além de lindos, os motivos são temáticos: reloginhos para Oliver Twist, flores para O jardim secreto, geométricos art déco para O grande Gatsby etc. O resultado ficou superclássico e perfeito para enfeitar qualquer estante, não acham? 
Além de valorizarem bastante o livro, dando um aspecto de edição de luxo, as capas estampadas são atemporais. Diferente das fotos ou ilustrações, que facilmente ficam datadas, a estampa é sempre atual e moderna. Por isso, combina tão bem com os livros clássicos. Pensando nisso, a Galera Record resolveu fazer uma estampa especial para a capa de O livro das Princesas. O livro é uma recontagem moderna de contos de fadas, escritos por Paula Pimenta, Meg Cabot, Patricia Barboza e Lauren Kate, ou seja, o candidato perfeito para esse tipo de projeto.

Ficou maravilhoso, vocês não acham? E o melhor de tudo é que a estampa pode ser aproveitada para fazer outros materiais gráficos, como esse pôster autografado pelas autoras.
Outros selos do Grupo Editorial Record também buscaram inspiração na estamparia e relançaram alguns clássicos com capas que, modéstia à parte, ficaram espetaculares. O livro de crônicas sobre natureza, de Rubem Braga, intitulado O lavrador de Ipanema, além da capa, é todo ilustrado com padrões do artista gráfico Andrés Sandoval, que também cria estampas para marcas como L'Occitane, Coca-Cola e Melissa. O livro é um prato cheio para quem ama literatura e arte.
 Outros dois exemplos notáveis são as novas edições de Bestiário, de Julio Cortázar (lançado pela Civilização Brasileira) e a edição comemorativa de Perdas & Ganhos, da Lya Luft (lançado pela Record).
 
Agora mais do que nunca, os livros se tornaram o acessório mais indispensável de todos. J

2 comentários:

Raquel Moritz disse...

Acho liiiiiiiiiiiiiiiiiiiindo livros assim. Realmente dá uma cara de edição de luxo. Mas tem que ser criativo pra não ficar com cara de pano de cozinha.

Beijoooo ♥
www.pipocamusical.com.br

Yasmim disse...

Lindas estampas! *-*
Seria mais legal se fosse a capa estampada e quando abrisse a outra seria a capa original do livro.