28 de ago de 2014

Galera entre Letras: Entrevista com Keith Thompson, ilustrador da trilogia Leviatã

Recentemente eu fiz uma entrevista exclusiva por e-mail com o ilustrador Keith Thompson, autor dos mapas e ilustrações fantásticos da trilogia Leviatã (entre outras coisas muito legais que ele faz), e agora vocês vão poder conhecer um pouco mais do trabalho dele. E não se esqueçam de que a Galera Record lança em breve o último volume da trilogia – Golias –, traduzido pelo André Gordirro. 

E, enquanto nos outros dois livros, Leviatã e Beemote, a ilustração colorida de Keith ficou nos versos das capas dos livros, Golias virá com um diferencial - a ilustração virá encartada em formato de pôster e destacável: você poderá ter a ilustração inteira caso queira removê-la e pendurá-la, enquadrá-la, seja o que for!


Ana Resende: Keith, de onde você obtém a inspiração para as suas ilustrações? A ficção científica e a fantasia tiveram alguma influência no seu trabalho?
Keith Thompson: Minha inspiração vem da história, antropologia, biologia, mitologia, folclore e, obviamente, da arte. Eu gosto muito de ficção científica e fantasia quando me deparo com alguma coisa, mas o que é interessante está realmente enterrado, por isso, eu fico meio perdido quando não consigo encontrar nada precioso.

Keith Thompson busca inspiração para suas criações na mitologia e une técnicas diversas.
Aqui, o cavalo de Troia mistura madeira e metal numa Troia que lembra muito o Coliseu de Roma.
Keith Thompson busca inspiração para suas criações na mitologia e une técnicas diversas. Aqui, o cavalo de Troia mistura madeira e metal numa Troia que lembra muito o Coliseu de Roma.

A.R.: Que ferramentas você costuma usar para trabalhar?
K.T.: Eu uso lápis e papel, e o computador para tratar digitalmente o meu trabalho. Eu preferiria usar todos os meios tradicionais, mas tempos de secagem e outras logísticas impedem, na verdade, que os meios tradicionais sejam um caminho viável. Eu uso um papel que só consigo aqui no Canadá e importo todos os grafites e borrachas do Japão. 
Um esqueleto com armadura.
Seres híbridos são uma constante
no trabalho do artista.


A.R.: Bem, agora vamos falar um pouquinho sobre a trilogia Leviatã. Você poderia descrever o processo de trabalho com Scott Westerfeld?
K.T.: Foi ótimo; eu trabalhei da maneira antiga com ele. Trabalhei diretamente com o Scott nos livros. Nós trocávamos mensagens com texto e imagens, e os livros realmente cresceram de modo orgânico. Uma dinâmica interessante, que ocorre quando duas pessoas criativas colaboram diretamente em alguma coisa. Tenho tido muita sorte de trabalhar com alguns outros criadores dessa forma.


A.R.: Tem algum livro que você gostaria de ilustrar? Quais são os seus livros e/ou gibis favoritos?
K.T.: Se eu fizesse uma lista de livros que seriam ótimos de serem ilustrados, ela seria longa demais. O livro mais recente que li e que gostei de verdade foi The Yellow Wallpaper [O papel de parede amarelo], de Charlotte Perkins Gilman, leitura obrigatória para quem gosta de Lovecraft. O gibi mais recente foi Barbara, de Ozamu Tezuka. Normalmente eu evito o recurso de um criador que se concentra em um escritor ou artista como personagem principal, mas Barbara realmente faz um belo trabalho com esse tema e explora, de forma muito evocadora, a noção de Musa.

 
Ilustrações para a trilogia Leviatã, Alek e Nikola Tesla

A.R.: Você poderia falar sobre seus próximos projetos?
K.T.: Infelizmente eu não posso falar nada sobre os projetos nos quais estou trabalhando. O próximo filme será Crimson Peak [de Guillermo del Toro], e vocês podem ver meus desenhos na série The Strain [criada pelo próprio Guillermo e por Chuck Hogan] e no jogo Warframe.

Imagem para o jogo Warframe

Obrigada, Keith!

Espero que vocês tenham gostado da entrevista. Mas não pensem que me esqueci do Guillermo del Toro e do Lovecraft, não! Notaram que o Keith tem colaborado bastante com o Guillermo del Toro e também gosta de Lovecraft?! Será que se A Montanha da Loucura sair do papel um dia vai ter uma mãozinha do Keith Thompson?! Eu ia adorar!

Ótimas leituras e até!

Nenhum comentário: