21 de nov de 2013

Design et cetera: Dinossaur Erotica

Boa tarde, caros leitores. Como sempre, faço minha missão trazer para vocês o melhor e pior do mundo das capas de livro, e dessa vez venho falar de uma nova (e perturbadora) tendência: Livros eróticos com dinossauros.

Não é nenhuma novidade que o gênero erótico está em alta, mas o que nem todo mundo sabe é que existe um subgênero que consegue ser ainda mais constrangedor do que todos os outros: livros apimentados que descrevem a relação entre uma mulher e sim, dinossauros.

Tem gosto para tudo nesse mundo. Quer você prefira um T-Rex, com toda a sensualidade de seus bracinhos pequenos, um pterodátilo badboy voador, ou então um veloz e furioso velocirráptor, uma coisa é certa: existe todo um gênero literário para você.


Esse é um típico caso em que por pior que a capa seja, o conteúdo do livro deve ser bem, bem pior. Mas como a minha coluna foca apenas na capa, limitarei meus comentários ao design.

Primeiro de tudo, tem algo de muito errado porque o MESMO dinossauro aparece nesses dois títulos: Running from the Raptor e In the Velociraptor’s nest. Ou esse é o dinossauro MAIS pegador da (pré) História, ou alguém tinha poucos créditos no banco de imagens.

Outra coisa que muito me incomoda é que nesses dois títulos, o dinossauro é muito menor do que sua presa, parceira(?) Isso me confunde um pouco, afinal, imagino que o maior encanto de cruzar transar com um dinossauro é a superioridade deles enquanto predadores, não?

Olhando assim para essas capas, não preciso nem dizer que nem o dinossauro e nem a modelo estavam originalmente nesse cenário. Fico triste ao pensar nas pobres modelos que venderam suas imagens de biquíni e jamais imaginaram que alguém as colocaria nesse contexto tão surreal.

Mas por mais que eu adore sacanear essa maravilha do design, confesso que fiquei curiosa para ler esses livros. E estou seriamente considerando começar uma banda alternativa chamada Dinossaur Erotica. O nome não é maravilhoso?

2 comentários:

Anônimo disse...

Eu passei mal de tanto rir com esse post e fiquei aliviada por saber que você estava apenas falando da capa, pois primeiramente eu pensei que vocês iam traduzir este livro e quase infartei.

Tita Mirra disse...

Passei mal de tanto rir (2)

Estou curiosa tb, mas tenho medo! rs Se bem que sexo com lobisomens é considerado aceitável, então pq não dinossauros, dragões, lagartos... Ok, parei :)

Nem vou comentar as capas pq é realmente o cúmulo da bizarrice!

Bjs!
Tita