7 de dez de 2012

PAPOS DE SEXTA - VIAJANDO NO TEMPO OU NA MAIONESE, POR GAROTA IT (PÂMELA GONÇALVES)

Inspirada pelo livro da Carina Rissi, a mesma autora de Procura-se um marido, eu fiquei um tempo pensando para que época eu gostaria de viajar se tivesse a oportunidade. 

Provavelmente não escolheria o passado. Sou uma aficionada por tecnologia que não consegue viver sem as “mordomias” da nossa época. Sem internet? Nem pensar! Por isso, acho que eu iria gostar de viajar para o futuro. O grande problema é: o que seria o futuro? Com o passado já temos a segurança de saber o que aconteceu, como eram os costumes, as roupas, a política etc. Mas e se eu fosse para o futuro? O que poderia encontrar lá?

Certamente, torço para que os cientistas sigam as sugestões de Scott Westerfeld, hahaha. Seria legal ter uma cidade autossuficiente. Uma interface capaz de saber e disponibilizar o que a gente precisa. Pranchas voadoras e jaquetas de bungee jump parecem ser muito legais. Mas aí vem o grande problema, essas coisas parecem legais. Mas qual será a evolução da nossa sociedade? O mais provável é que muitas outras “tranqueiras” que possibilitam conforto ou diversão sejam inventadas, mas os riscos de muita coisa dar errado também são grandes.

Olha só eu aqui falando de futuro e mal sabemos se o mundo vai ou não acabar no dia 21 de Dezembro de 2012. Eu não acredito nisso, é claro, mas acredito que o mundo termine em um apocalipse zumbi. Charlie Higson, em O Inimigo, teve uma boa sacada e pode ser uma previsão para o futuro que nos espera. Uma doença que acabe transformando várias pessoas em criaturas horrendas e perigosas!

Pensando bem... acho que é bem melhor ficar no presente mesmo. Tenho o conforto que não teria no passado e não tenho o perigo de uma multidão de zumbis querendo o meu cérebro. Por enquanto.

Além disso, essa coisa de viagem no tempo sempre me confunde. É sempre curioso pensar que a nossa realidade pode ser só uma das realidades paralelas que estão acontecendo em lugares, de formas e tempos diferentes. 

Minha imaginação está fértil hoje, nem liguem. Só me contem uma coisa: Para qual época vocês gostariam de viajar? E se for para o futuro, como vocês imaginam que seja?

Um comentário:

Anônimo disse...

Eu viajaria para o futuro , para quando eu tivesse uns 60 anos só pra ver se eu fiz tudo direitinho na minha vida , se não,
dar uma forcinha pro destino ha ha ha !!!!