14 de nov de 2012

Galera Pop - A Mindy que existe em todas nós

Como eu contei uns posts atrás, comecei a assistir The Office e desde então não parei mais. Uma das personagens mais engraçadas é Kelly — a moça é daquelas criaturas bem sem noção que respiram revista de celebridade e falam coisas a-b-s-u-r-d-a-s. Eu não conhecia Mindy Kaling, que interpreta Kelly. Mas deveria, porque se você imaginar uma artista mil em uma, é ela! Além de atuar, também escreveu, produziu e dirigiu alguns episódios da série. Foi por isso que quando fiquei sabendo da nova série criada por ela fiquei LOUCA para ver! 

Se The Mindy Project fosse metade do que é The Office...

A série, exibida pela Fox, gira em torno de Mindy, uma médica competente, meio desastrada, que é bem-sucedida profissionalmente, mas com a vida pessoal deprimente. Tudo que ela quer é ser perfeita e ter o homem perfeito. E bem, a gente sabe no que dá isso. Logo no episódio piloto acontece uma coisa superdesagradável, então ela decide mudar a vida totalmente. 

Mindy tem aquela coisa meio "Bridget Jones" misturada com uma viciada em comédias românticas. Listas e listas de coisas a serem feitas até chegar ao seu objetivo. Perder peso, gastar menos, ler mais livros, ser pontual e responsável. Nada melhor para fazer a gente acordar para vida do que um puxão de orelha da própria vida. Hahahaha

Não sei se é só comigo, mas nunca consegui imaginar esse tipo de problema em uma médica, sei lá. Eu tenho essa impressão de que eles são pessoas tão sérias e sensatas e que não tem nenhum problema na vida pessoal. Ou melhor: médico tem vida pessoal? Aí eu pude perceber que, ei, “eles são gente como a gente”.

E não é só o nome, mas eu tenho a impressão de que Mindy colocou muito dela mesma na personagem :) Mas para ser sincera, o que eu mais gostei da série é ver como Mindy é muito igual às moças de hoje. Eu, você, sua amiga... Não daquele jeito “Girls” (sofrido!), mas meio que uma realidade mais cômica. Com tanta informação “bonitinha” sendo jogada na nossa cara por essas comédias românticas e livros chick lit, não tem COMO não ficar um pouquinho sonhadora/empolgada/desesperada. Quem nunca descreveu o homem perfeito usando características de personagens? QUEM NUNCA? Hahahaha
SIMPLEMENTE AMO as referências que existem no show. São MUITAS. DO tipo que não dá só aquela impressão que ela é real, mas que você por alguns segundos tem certeza de que é real. É uma coisa de louco!
Recomendo para todo mundo que quiser dar umas boas risadas nesse feriado. :)

Xoxo 
Nanda
________________________________________________________________________


Meu nome é Fernanda, mas podem me chamar de Nanda. Tenho (quase) 22 anos, mas juro que pareço ter 16. Estudo jornalismo porque depois de assistir Smallville, decidi que queria ser a Chloe. Sou apaixonada por cultura pop, e fiquei um bom tempo tentando decidir se gostava mais de ler, ver séries ou filmes. Acabei decidindo que tanto faz. Eu gosto de todos! (Mas acho que ter 32 séries na minha watch list responde essa dúvida).

Nenhum comentário: