23 de mar de 2012

Papos de sexta - É coisa de fã..., por @vivimaurey

·        Fazer tatuagem aos 17 anos em homenagem ao autor predileto e ter que pedir autorização pro pai em Porto Alegre (pai esse com quem você não trocava uma palavra sequer há anos);
·        Ver um chapéu marrom e/ou chicote e não conseguir deixar de pensar em Indiana Jones;
·        Andar de skate e se imaginar naquele skate flutuante que o Marty McFly anda em De Volta Para o Futuro II;
·       Sair por aí entrando em mansões do Jardim Botânico com um grupo de amigos e se imaginar em busca de um tesouro como em Goonies;
·        Falar coisas do tipo: That’s what I’m Tolkien About ou ‘You shall not pass’ sempre que a ocasião permite (e às vezes até quando não permite);
·        Sentir vontade de chorar toda vez que escuta o tema de Harry Potter seja no celular, na televisão ou na voz de alguém;
·        Imitar o Jack Sparrow sempre que der na telha;
·        Querer muito conhecer a Escócia e gritar ‘Freeeeedooooom’ ao sair do avião e pisar no aeroporto;
·        Entender todas as piadas de Big Bang Theory (além de fã tem que ser nerd :P);
·        Prender a respiração sempre que Darth Vader diz pro Luke ‘Luke, I am your father’, mesmo já tendo visto a mesma cena trilhões de vezes;
·        Ter um gato e chamá-lo de Fofucho só porque ama um personagem da Disney que usa esse nome no filme Lilo & Stitch;
·        Chorar toda vez que o Mufasa morre em Rei Leão;
·        Virar a noite lendo Fronteiras do Universo, pois não teria como esperar nem mais um segundo para terminar;
·       Assistir pelo menos uma vez ao ano todos os clássicos favoritos da Disney;
·       Discutir calorosamente sobre um assunto e não se importar com que os outros pensem , independente de onde esteja;
·        Gritar ROMA VICTOOOOR por nenhuma razão específica;
·        Gostar de uma coisa mesmo sabendo o quanto ela é ruim;
·        Gritar até não poder mais e até todo mundo ouvir o quanto você é fã.

A questão é: Não importa o quanto a gente goste, por quanto tempo e por meio de quais motivos nos tornamos fãs de alguma coisa. Também não adianta discutir e espernear para tentar provar que VOCÊ é o maior e melhor, pois todos nós somos fãs número 1! Todos os argumentos são válidos, portanto anulam um ao outro. Se você é fã de verdade de alguma coisa – seja ela qual for –, VOCÊ sabe disso e é isso que importa! 

7 comentários:

Juliana Vicente disse...

Me identifiquei em muitas coisas que você colocou...

"Se você é fã de verdade de alguma coisa – seja ela qual for –, VOCÊ sabe disso e é isso que importa!"

Adorei! Mesmo porque o que importa é ser feliz e fazer aquilo que gosta.

Beijos

Janaina disse...

"Gostar de uma coisa mesmo sabendo o quanto ela é ruim"
Vc sabe que eu sei beeeem o que é isso! Hauhauhauhuaa
Nomear seu bicho - A Fibi é Fibi Buffay hauhauhauhua
Fã é isso mesmo e todas nós somos!

Raffafust disse...

Oi Vivi

Vc me conhece e sabe que sou fã de muitas coisas!! Autores, atores, cantores, etc!
Amo tanto que fica difícil para que não tem um ídolo reconhecer!

Super te entendo

Amei o texto

Bjão

Evellyn disse...

É o que eu sempre digo, fã é uma coisa doida! Só mesmo outro fã pra entender o que a gente passa/faz!
E sim, a gente é fã acima de qualquer coisa e apesar de qualquer coisa!

bjs
Evellyn!

Anônimo disse...

Fã é querer compartilhar e sugerir organizar uma "vaquinha" para comprar o exemplar do novo livro de HP para a nova colega. Lembra?

Nossa, os exemplos e histórias são inúmeros e variados, mas a verdade é única: ser fã é se permitir gostar e se inspirar em algo por mais bobo que possa parecer.

Fan and proud of it! :)

beijocas Vivi! UH HA HA!
Frini :)

Natalia disse...

E a referência a Jogos Vorazes? -morre

É, estou experimentando pela primeira vez como é a sensação de ser fã (nunca havia sentido algo assim antes) e percebi que ser fã é um tipo de sentimento, é basicamente você se dedicar para acompanhar a pessoa/série/filme que você tanto ama e quer ver progredir.

Adorei o post!

Beijos

Natalia Leal
http://www.paginas-encantadas.blogspot.com

Carol Ardente disse...

Quando eu começo a gostar de algo, eu vou atrás de tudo sobre o assunto e me torno uma grande fã mesmo. Eu vivo em uma casa que meus pais não entendem isso e nem minha irmã mais velha, só a mais nova entende. Quando eu sou fã, eu choro, rio, berro e faço tudo que tenho direito, porque não há nada melhor do que ser fã de algo. Tenho muito orgulho de ser fã e nunca me esquecerei disso. Sou uma grande fã de artistas e séries, e sincerament wenão me importo de ir na porta de hotel para tentar realizar esses sonhos. :)
Lindo texto!
Beijos ;*

@anacarol_isa