9 de set de 2011

Papos de sexta: A proliferação dos blogueiros, por Rafa Fustagno

Tenho um amigo que é meu companheiro de Bienais; ele foi comigo em várias. No sábado, ele resolveu me acompanhar na maratona das palestras e filas de autógrafos. No caminho ele começou a fazer perguntas: "Nossa você agora tem blog né? E mandou fazer botton, marcador, ecobag... está se profissionalizando", eu ri porque pensei : "Como assim ele nunca viu isso?"

Mas aí lembrei que em 2009, na última Bienal que ele me acompanhou, eu não escrevia para blog nenhum; na verdade, se alguém tinha blog quase não falava dele, não tinham blogs literários escolhidos como veículos oficiais de cobertura do evento... mas fiquei pensando e não disse nada porque até então nem eu havia parado para pensar nisso.

Chegando no primeiro pavilhão encontrei umas cinco amigas (obviamente todas blogueiras), elas entregaram a ele marcadores do blog e falaram: "Entre, siga, comente", momento dele me olhando e eu sabia que eu devia explicações: "Então, é assim: os blogs tem seguidores, vc vê quantas pessoas o acompanham, tem blog com sete mil seguidores, com três mil e alguns, outros começando a engatinhar com menos de cem..."

Ele balançou a cabeça e disse: "Ah, o seu tem quantos?" Eu disse: "Não tenho blog próprio, escrevo colunas". Claro que ele perguntou por que. Respondi na hora: "Blog não é fácil de manter, tem que estar sempre atualizando, tem que tentar aumentar as parcerias com as editoras, criar promos, estar sempre em contato com os seguidores; ter blog é se doar, é tirar do próprio bolso muitas vezes para manter ele no ar e gastar uma boa grana nos correios, por isso mesmo é comum um blog ser de duas ou mais pessoas para darem conta de tantas tarefas."


Curioso como ele sempre foi, ele disse: "Ah, mas então as editoras pagam para vocês lerem os livros deles?" Fiz que não com a cabeça, expliquei que a graça estava em conseguir livros para resenhar, de preferência um para lermos e outro para fazer uma promoção, e, lógico, se a editora mandar marcadores e bottons então a promo será um sucesso! Mas ter blog não pode ser só pelo intuito de ganhar livros, as pessoas não imaginam como o que escrevem podem influenciar quem lê; blog é uma troca de experiências do que se leu e do que ainda vai ler."


Ele continuou me olhando e dificultou as coisas: “Ok, então se todo mundo pode ter um blog, o que diferencia um de ser um sucesso e outro de não ser?” Eita que nem eu sei a fórmula mágica, mas respondi que imaginava que era primeiro pela simpatia da dona, depois pelos número de promoções que tem no ar e com isso o número de editoras e autores parceiros, depois completei que o boca a boca na distribuição de marcadores e outros mimos com o nome do blog se fazia diferenciar...


Já estávamos no pavilhão azul quando vimos mais amigas blogueiras até de outros estados na fila para o Café Literário. Ele ficou impressionado como em um evento em que eu costumava falar com menos de 5 pessoas conhecidas, cumprimentei na frente dele - acho - mais de 60! Tive que concordar com ele que as coisas mudaram muito em apenas dois anos! Hoje em dia todo mundo é blogueiro, todo mundo sente o prazer de resenhar, de conversar com quem ama ler tanto quanto eles, e também de verificar quantos comentários teve o que postou. Todos sabemos que sucesso de post é número de comentários... bem, todo mundo menos meu amigo, que se assustou com as mudanças na Bienal desse ano e ao se despedir disse: "É, pessoas como você se proliferaram!"

Não sei se acredito... acho que sempre existiram, só precisavam de uma página na internet para colocarem no ar toda essa paixão que estava reprimida! E se você se identificou com esse texto... comenta aí! ;) (rs)

25 comentários:

Gaby Mendes disse...

É ótimo saber que eu faço parte deste grupo de blogueiros que gosta de resenhar pelo prazer de resenhar!

Belo texto!Parabéns!

www.gabymenddes.blogspot.com

Lívia Martins disse...

Se eu me identifiquei? Muito, em tudo! Principalmente em:

""Blog não é fácil de manter, tem que estar sempre atualizando, tem que tentar aumentar as parcerias com as editoras, criar promos, estar sempre em contato com os seguidores; ter blog é se doar, é tirar do próprio bolso muitas vezes para manter ele no ar e gastar uma boa grana nos correios, por isso mesmo é comum um blog ser de duas ou mais pessoas para darem conta de tantas tarefas."

PERFEITO, Raffa!

:)

Sheila Comar disse...

Adorei o post!
Acho q é bem por ai mesmo!
Tbm não sei a formula magica kkk já q meu blog tem um ano e agora q engatinha para os 600 seguidores, enquanto vejo blogs com 6 meses e com mil. Vai entender...
Acho q as pessoas ~soa meio interesseiras mesmo, não querem ver conteudo e dedicação, querem ver promoções! Vc realmente se doa ao blog, mas quando chega na condição financeira uns podem doar mais que outros.
Mas o amor é o mesmo ^^

'Ana Priscila disse...

Fofa rir pakas com seu amigo, mais ele não deixar de ter razão, tudo hoje dia mudou.. não só blogs, como tbm escritores, dois anos trás era raro vc ouvir falar de escritores novatos e até mesmo de escritores já consaagrado, era aquela coisa, nem todo mundo parava ´ler um livro ou saber de livro... Hoje em dia não, todo mundo fuçar na paginas de blog pelo santo e velho google, é só joga o nome do livro ou do escritor que aparece uma porrada de blog que já comentaram sobre o livro ou escritor e por ai vai... O que é bom, pois a cada dia que passar o numero de novos escritores brasileiros com obras de visão novas está aparecendo nas redes sociais, atras de divulgação e futuramente atrás de editoras para publicarem seus babys....


Gostei do seu post fofa...


Pri♥
Irmandade Literária...

Thalles Marques disse...

Não tenho nem palavras pra descrever o tanto que identifiquei com o que você disse. Criei um blog em janeiro desse ano, no início com a intenção de postar histórias inéditas escritas por mim e umas amigas, mas então resolvi fazer dele um blog literário e foi até bem melhor, há pouco tempo comecei a procurar editoras, autores e outros blogs para parceria, o que, apesar de parecer o contrário, é muito difícil de conseguir. Mas é realmente muito gratificante quando você entra na página de administração do blog e vê que as visitas estão aumentando, lenta e gradativamente, mas estão aumentando, e ainda melhor quando o post tem comentários críticos. Mas, como você mesma disse, é um trabalho que exige dedicação esforço indescritível, mas que depois vem com uma porção de reconhecimento. Acho que é isso, já falei um pouco demais.

Marina Moura disse...

ahh Rafa!
Olha,confesso que ser blogueira não é fácil,mas quando cheguei ma Bienal e vi aquele monte de gentes(louca por livros) que conheci na blogosfera...ahn nem consigo descrever.

Ser blogueira hoje é algo que faz parte intrínseca da minha vida. Não me vejo mais sem escrever resenhas,bater papo sobre livros e personagens.

Amei o post e o insight.

BJS!!
Te vejo tomorrow!

Nina
www.minhavidaporumlivro.com.br

Anônimo disse...

Por mais que colabore com vários, não me considero blogueira. Mas AMO de paixão as blogueiras que conheço e que amam o que fazem. Agora, sou crítica pacas e estou cansada de ver blogs sem noção, com erros terríveis e com sinopses de livros sendo chamadas de resenhas. Isso irrita horrores! Parabéns para a galera que é show no que faz! Parabéns para você, Raffa! Te vejo amanhã, amiga colunista :) hehehehe
bj
Frini

Loucos Por Livros! disse...

Como posso não dizer que me identifiquei com o seu texto? Eu amo ir toda semana em eventos e rever minhas grandes amigas, não é Raffa? Eu lembro que comecei o blog porque eu via vários blogs e fiquei com vontade de faze rum. E agora olhe onde estou. Eu amo comentar em blogs, falar com os leitores, com o pessoal das editoras... Acho que é maravilhoso ser uma blogueira! Minha mãe que fica falando do meu blog para nossos conehcidos, mas assumo que fico com medo das pessoas visitarem e não gostarem do blog. Mas nunca ninguém disse isso. Falam que é lindo e super bem escrito, e isso acaba sendo um estímulo para cada vez mais arrasarmos nesse mundo literário.
Eu simplesmente amei seu texto! Não sei o que eu faria sem meus finais de semana longe de minhas grandes amigas!
Beijos ;*

Ana Carolina
http://loucospor-livros.blogspot.com

Maria Clara Bruno disse...

Raffinha, adorei tudo que você disse! E essa é a realidade, em 2009 eu nem sabia de blog literário e ano passado eu criei o meu porque vi uns vídeos no youtube! E esse ano eu perdi a conta de quantos vi surgindo... Eu acho tudo isso tão bonito, sabe? Nem sei explicar! haha

E a Frini tem razão também!

Beijos,
Maria Clara

Anônimo disse...

Continuando: quando o seu amigo disse que pessoas como você se multiplicaram, deu vontade de dizer "Amém". De alguns anos para cá, ler virou pop e não digo isso no estilo "moda que vem e vai". É um hábito, um estilo de vida positivo. Ainda bem que temos muitos blogs, muita gente passando adiante o amor pelos livros. E que venham mais blogs, mais eventos, mais livros! Nossa, dá até para falar sobre isso na, digamos, edição do Clube do Livro de setembro. #ficaadica
bj
Frini

Caçadora de Livros disse...

Super fofo o texto amiga!
Leve e romântico S2
Blogueiras unidas
bjs

Felipe Fagundes disse...

Oi, Rafa

É bem verdade que os blogueiros literários se proliferaram! Na Bienal eu vi MUITA gente divulgando seus blogs e tal. Acho isso muito legal, parece ser uma nova geração de pessoas, pessoas que amam ler \o/

Só discordo de alguns pontos desse post e tenho que comentar também.
Primeiro, não são apenas meninas/mulheres que postam (são a maioria com certeza), então acho que o donO ser simpático também conta :P

Agora sério, discordo dos fatores que levam um blog ao sucesso. Quer dizer, a menos que o número de seguidores seja levado em consideração como índice de sucesso. Muitas promoções agregam seguidores aos blogs mas em 90% das vezes são "seguidores fantasmas", que só estão ali pela promo, nunca lêem nada, nunca comentam. As vezes vejo blogs "enormes" com 700, mil, 2 mil seguidores e acho que são um grande sucesso até que percebo que nos últimos 10 posts não houve comentários. Ou seja, não há reais seguidores ali. Tenho um blog pequeno com menos de 200 seguidores e fico feliz de ver mais de 5 comentários em cada postagem. Um blog de sucesso, pra mim, é aquele que cativa mais leitores com seus textos, que interage, que dá atenção, aceita críticas e sugestões. E pra isso, não é necessário promoções, parcerias e tudo mais. Esse tipo de coisa nem existia no começo dos blogs literários.

Acho que é isso, fora esses pontos gostei do texto ^^

Cibele Ramos disse...

Raffa,
amei o texto e só tenho a agradecer pela proliferação dos blogs literários pois isso me fez sentir menos sozinha. Antes, quando eu passava meu tempo lendo, me sentia esquista, excluída... Agora vejo que tem um grupo de pessoas que faz a mesma coisa que eu! Não é o máximo?
Sem contar as muitas pessoas especiais que conheci por causa disso - e vc é uma delas.
Beijos ;*

Igor disse...

Que lindo, um post inspirado em mim. rs Foi mto bom passar o sabado naquela correria. Tava sentindo falta disso. Mas realmente me impressionou que iamos em outras Bienais e vc nao conhecia ninguem e nessa a loucura que foi. Fique confuso até com tantas máquinas pra tirar foto. hahaha To vendo que na próxima Bienal vou ter que marcar uma hora pra poder ir contigo. E não atrasar... claro... rsrs Beijao

Charlene disse...

Tudo que você escreveu é bem verdade verdadeira... Mas acho que nesses dois anos q vc cita no texto, o prazer pela leitura vem mudando tb... E acho que nada melhor que um blog para incentivar a leitura, muitas escolas adotam eles como ferramentas de incentivo mesmo. Pq muitos adolescentes não gostavam, mas quando veem q podem usar o blog e outras ferramentas a historia já muda tudo... Falo de cadeirinha rss Trabalho com bibliotecas na prefeitura da minha cidade e os blogs bombam com os adolescentes.

Bjoo

ALINE T.K.M. disse...

Realmente, é fato: ser blogueira não é fácil. Mas acho que o maior desafio e, ao mesmo tempo, o maior indicador de "sucesso" de um blog é conseguir se manter no ar produzindo conteúdo de qualidade.

Ok, os números contam, mas não são tudo. Afinal tem gente que segue blog só p/ participar de promoção. Tem gente que só comenta para "fazer social" e garantir mais comentários p/ o próprio blog, sem realmente dizer algo sobre o post. Tem gente que comenta e é visível que nem chegou a ler o post até o fim.

Não sei muito bem o que é o sucesso de um blog. O número de seguidores e comentários não deixa de ser um indicador importante, mas o mais gratificante é perceber que o conteúdo que você produz é lido e apreciado, acho que aí está o verdadeiro sucesso. =)

Evellyn disse...

Ahh amei Raffa!
Realmente é uma coisa a se pensar e que não costumamos fazer pq pra nós é tão corriqueiro que não refletimos sobre!
E eu super concordo que é custoso e da trabalho manter um blog, pelo menos quando vc leva-o a serio!
E nossa.. realmente eu sempre fui a Bienal mas não costumava encontrar ninguem conhecido por la (ate pq blogs literarios não eram como são hj!)
Eu sempre tive blog, mas era diário mesmo, pra escrever (pq eu amo) e depois que resolvi juntar tudo!

Bom que estamos assim agora ^^

bjs
Evellyn!

Livros minha Terapia disse...

Então.. minha vida existe antes do Blog e depois do Blog rsrs digamos que o nascimento do meu blog foi o nascimento do meu segundo filho.

Para começar eu ñ sabia nada de Blog!! sempre gostei de ler e escrevia sobre os livros na minha agenda ... Então um dia... Plim!! Vi um blog pedindo parceiros e pensei ahhh eu posso fazer isso rsrsr Pura ingenuidade a minha(mas estou tentando) kkk

Sim o Blog requer dedicação, é preciso responsabilidade e respeito aos seguidores e as editoras parceiras ...muita gente pensa em glamour , popularidade ... mas isso não funciona assim.
Receita ?!?!?... Só mesmo o bolo da vovó e mesmo assim ainda não sai igual rsrsrs

Manter essa constante é difícil e os gastos financeiros são inevitáveis...

Mas o Blog para mim trouxe muito mais ...

O início foi muito difícil eu era (ainda sou kkk)uma leiga tecnológica e também literária rsrs muitos autores conheci com os encontros, aprendi há quase um ano atrás o que era Blog, o que era Twitter e mais uma série de ferramentas necessárias.

Só que aprendi muito mais ... aprendi e estou aprendendo sobre GENTE. Simmm o Blog está me transformando, deixando que as pessoa se aproximem de mim e eu delas, me fez falar e aprender a dividir meu ponto de vista, de expressar a minha opinião. Está trabalhando minha timidez e me revelando para mim mesma.

Meu trabalho oficial são com os números, mas o Blog me dá a oportunidade de lidar com o mundo que amo ... As letras,as histórias, a fantasia ... Espero do fundo do meu coração que o meu amor,meu Blog e minhas humildes opniões e pontos de vista possam despertar em uma única pessoa a vontade de ler. Isso já seria a vitória para mim ... o restante é só o restante .. rsrs

Viva os Blogs Literários, viva as blogueiras e que o estrelismo não ofusque a verdadeira essência ...
O Prazer da leitura e o Incentivo à Leitura !!!

Lindo post da minha amiga e mega colunista Raffa Fustagno..
Bjks !!!
;)
Fernanda Figueiredo
http://livrosminhaterapia.blogspot.com/

sonhosentrepontinhos disse...

Caramba Raffa que post incrível, adorei! <3 rs
E sabe que hoje eu estava pensando sobre isso. Hoje em dia. Todo mundo quer ser blogueiro e o número vem aumentando cada vez mais. Não sei se por gosto pessoal ou por interesses profissionais, a verdade é que hoje em dia muitas pessoas querem ter ou participar de um blog. Um blog literário é realmente importante, porque como você mesma disse ele influencia na opinião dos outros. Mas eu fico pensando será que essa proliferação é ruim? Daqui a pouco as Editoras não darão conta do número de blogs. E será que as pessoas querem fazer um blog somente pelo interesse em ganhar coisas? Seria realmente muito triste se isso acontecesse! :/
Beijos, Caah ♥

@sonhospontinhos
http://sonhosentrepontinhos.wordpress.com

Raffafust disse...

Gente,

Muito obrigada de verdade a todos que comentaram, não sei a receita mesmo mas também concordo que nem sempre os blogs que tem maior número de seguidores são os que realmente tem pessoas que acompanham mesmo porque muitas só comentam em promos, outros só no dos amigos...que bom que esse tema gerou esse número grande de pessoas falando a respeito.
Agradeço de verdade aos que expuseram aqui sua opinião, porque uma coisa temos que concordar esse número maior de pessoas lendo e interagindo é incrível, é como diz aquele cartão de crédito, não tem preço...

Bjão pessoal

Natália Puga disse...

Ameeeeei Rafa. Falou tudo que a acho que a grande maioria também pensa. Eu só tenho a agradecer por essa proliferação, afinal, quem mais me acompanharia nas loucuras de bienal?
E quantas oportunidades legais nós temos, não é?

beeeijos

Ѽ Michelle Ѽ disse...

Oi Raffa!
É bem verdade que de uns tempso pra cá aumentou e muito a quantidade de blogueiros literários pela blogosfera, mas acredito, assim com você, que isso foi ótimo tanto para quem se sentia excluído ao ler e sem ter alguém para compatilhar sobre o assunto, quanto para conquistar mais amizades e conhecer gente nova. Eu mesma, criei o blog há quase 1 ano e meio e me sinto mega feliz em ter conhecido blogueiros como você. Dá um trabalho danado manter um blog, isso é fato, mas também é super gratificante saber que nossa opinião é capaz de influenciar tanta gente.

Bjussssss
Viciados Pela Leitura

Augusto Moitas disse...

Adorei o post Rafa, você simplesmente falou tudo que é verdade e que muita gente não percebia. Eu acho esse negócio do mundo da literatura que está crescendo uma maravilha, mastambém esse negócio de muito blog é um pouco chato. Não porque eu não gosto, mas pelas pessoas que o fazem. Muitas nem querem saber do blog mas do que elas vão ganhar. MAs para essas pessoa agente não pode fazer nada. =/
MAs o post ficou muito bom e divertido.
Bjs, Guto.
http://www.boyswhoread.blogspot.com/

Susana Weiss disse...

Eu concordo contigo!
Como eu tenho apenas uma editora parceira, eu coloco do meu bolso mesmo para fazer as promos.
Eu sou do tempo das fics, não sei se vc pegou essa época? A gente fazia as revistinhas e tirava um monte de xerox pra enviar pra um monte de gente e não ganhava nada com isso pq um numero custava 1 real o correio era 55 centavos e 45 ou mais ia no xerox, mas agente fazia por amor a causa e hoje ao menos tem os blogs que a gente pode escrever sem o problema da Tiragem!
Eu estava na minha primeira Bienal, fiquei lá dias 6 e 7 acabei voltando um dia antes para casa, se quiser saber detalhes me manda um e-mail que eu conto, foi uma aventura e tanto., mas amei e quero ir na de Sampa ano que vem!
Beijos
Susana

Silvana Freire disse...

Muito bom seu post.
Blog é isso mesmo dedicação e colocar dinheiro do bolso.
Eu ja tentei por diversas vezes fazer um...Mas sabendo das minhas limitações ..deixo a cargo de quem sabe, gosta e faz bem o seu trabalho. Ter blog pra ganhar livro de graça é ridiculo. Eu prefiro comprar e se nao gostar eu encosto sem compromisso com ngm.