16 de ago de 2013

Papos de sexta: Guia de sobrevivência para a estreia de Cidade dos Ossos


Juro que tentei escrever sobre outro assunto. Afinal, não faz duas semanas que eu e Laís Malek,do fansite Idris, moderamos mais um encontro de fãs de Os Instrumentos Mortais aqui no Rio de Janeiro, e achei que não teria o que falar até a estreia do filme. Mas meu amigo e blogueiro Alan Barcelos, outra pessoa que eu perturbei muito até que virasse fã dos livros, me convidou para a cabine de imprensa de Cidade dos Ossos, que aconteceu nessa quinta-feira — a.k.a ontem.                                               
Imagina você se preparar psicologicamente para um evento que vai acontecer daqui a uma semana e,de repente, descobre que será no dia seguinte? Pois é. Eu estava tão eufórica e apreensiva — é verdade que estou ansiosa desde que compraram os direitos do filme, mas tudo bem! r— que não tirei o melhor proveito da experiência.
Por isso, preparei um “Guia de sobrevivência” para a estreia do filme, que compartilho aqui no blog. Quem sabe pode ter utilidade para vocês também?


1) Conheça a história

Leia (ou releia) o livro antes de assistir ao filme. Melhor ainda: leia os três primeiros livros (ver regra nº 2).
Comprimir as 400 páginas de Cidade dos Ossos em 2 horas de filme não é uma tarefa fácil, e ter um conhecimento prévio faz toda diferença.


2) Mente aberta

Algumas mudanças foram necessárias para dar ritmo e imprimir o tom do filme, e a roteirista Jessica Postigo e o diretor Harald Zwart fizeram um bom trabalho. Mesmo as cenas extras parecem ter sido escritas por Cassandra Clare (uma das vantagens de ter a autora acompanhando a produção do filme) e não prejudicam o enredo ou o desenvolvimento dos personagens — com exceção dos spoilers dos próximos livros.
Eu entendo que eles estejam pensando na franquia a longo prazo, por isso adiantaram pontos-chave da trama, mas considere-se avisado :)


3) Atenção nos detalhes

Os cenários são fantásticos, especialmente o Instituto, e os figurinos e objetos de cenas são tão ricos em detalhes que fica difícil absorver de uma só vez.
Por isso, vale navegar antes pelo site do filme, ver todas as imagens, assistir aos trailers, spots de tv e clipes, para se familiarizar com a ambientação e caracterização dos personagens.


4) Foco nas performances

A atuação é o que torna essa adaptação especial — sério, o elenco é incrível! 
Lily Collins interpreta uma Clary determinada, e Jamie Campbell Bower não deixa dúvidas de que é o melhor Caçador de Sombras de sua geração (a.k.a. Jace). Kevin Zegers e Jemima West realmente parecem irmãos nos papéis de Alec e Isabelle, com aquele ar de superioridade. Mas Robert Sheehan é o meu favorito, impecável como Simon! Repare nos gestos e expressões faciais do ator. 
CCH Pounder arrasa como Madame Dorothea, e Jared Harris está maravilhoso como Hodge. Godfret Gao aparece pouco como Magnus Bane, mas era o esperado, e o Valentim de Jonathan Rhys Meyers pode não ser como o dos livros, mas é in-sa-no! rs Um ótimo antagonista para a Jocelyn de Lena Headey e o Luke de Aidan Turner, atores tão bons que você vai desejar que tivessem mais tempo de filme.


5) De olho nos efeitos

Um dos maiores problemas nos filmes de fantasia são os efeitos — ou defeitos! rs — especiais. Felizmente, não é o caso de Cidade dos Ossos.
Se você pausar o filme e olhar bem de pertinho, pode ser que consiga ver falhas, mas na telona do cinema e no desenrolar da sessão? Improvável.
Destaque para a estufa e todos os demônios!


6) A playlist

A trilha sonora pontua bem o filme, especialmente a trilha instrumental.
Os momentos em que Jamie Campbell Bower toca Johann Sebastian Bach no piano são imperdíveis! E fique atento, pois o compositor alemão tem uma função específica na trama :)


7) Valorize a autora

Se você achar que o filme não faz justiça ao livro, não desconte na autora! Mesmo que ela tenha prestado consultoria e acompanhado as gravações, a última palavra é sempre do estúdio.
Melhor ainda: aprenda a desassociar os dois e aprecie o que cada um pode oferecer. Mas nunca troque o livro pelo filme!


8) Cuidado com spoilers

Você vai sair da sessão morrendo de vontade de contar o final. Resista a tentação de publicar nas redes sociais, para não prejudicar outros fãs.
Prefira enviar mensagens, ligar para os amigos ou conversar pessoalmente — mas modere o volume :)


9) Ignore as regras

Se ainda assim você não se sentir preparado para a estreia, não entre em pânico!
O mais indicado, nesse caso, é sentar-se confortavelmente na poltrona e ignorar o resto. Apenas relaxe, para curtir o filme.


10) Assista novamente

Você pode ficar ansioso, como eu, e não aproveitar o quanto gostaria. Então, vale assistir duas, três, quantas vezes quiser! rs
É exatamente o que vou fazer na semana que vem. Quem sabe a gente não se esbarra em alguma sala de cinema?

10 comentários:

Silvana Sartori disse...

Olha sinceramente gostei muito das dicas. Ainda não li os livros dos Instrumentos Mortais, mas fiquei feliz da vida de tê-los na minha estante e agora quero completar a coleção das peças Infernais. Eu adorei tudo que você escreveu do livro e agora mesmo estou entrando no site para dar uma olhadinha. Muito legal...Parabéns =]

lovereadmybooks.blogspot.com.br

Priscila disse...

"adiantaram pontos-chave da trama"
Mãe to com medooooo
Não, eu sei, tô tentando me preparar psicologicamente pras mudanças, mas tô com medo que tenham bagunçado demais as coisas. Um dos spots de TV me deixaram quase louca no tom de "MAS ISSO NÃO ACONTECE PORQUE ISSO TÁ ACONTECENDO"
Acho que é sempre a parte mais difícil pros fãs dos livros....

Frini Georgakopoulos disse...

"Melhor ainda: aprenda a desassociar os dois e aprecie o que cada um pode oferecer."

OBRIGADA!

Vivo dizendo isso, mas sempre tem um espírito sem luz e sem noção que não aprendeu que uma coisa é uma coisa e outra coisa é outra coisa.

Adorei e estou empolgada para ver. Agora, depois de tudo que falamos, vou dar uma nova chance aos Instrumentos Mortais. :)

beijocas!

Raffafust disse...

Tita

Até hoje não li os livros.
Sim, tenho todos mas nunca li. Não me pergunte porquê, nem eu sei amiga! rs
Sei que vc ama essa série, sei que tenho tudo para amar, mas ainda não li.
Ainda estou pensando seriamente se vou na estreia ou espero mais ou leio pelo menos o primeiro livro

hahaha
confusa me define

ótima coluna

beijos

Alan Barcelos disse...

De nada! ;)

Realmente, o filme ficou muito bom, e vamos ver e rever várias vezes.

As regras estão ótimas, e a regra número 7 é mesmo essencial, sempre. :)

E sim, as caras e bocas do Simon são sensacionais!

Bjus.

Laís Malek disse...

Tita, como sempre, os seus textos de TMI sào impecaveis! Adorei o guia de sobrevivencia, e até dá pra adicionar um extra: levar lencinhos de papel!

Bjss

Nathy_bells disse...

Demorei para vir aqui porque queria assistir ao filme e comentar...

Adorei ser surpreendida pela atuação do Jamie como e principalmente pelo Simon, desde o primeiro livro me identifiquei com ele e vê-lo nas telonas com todas as caras e bocas foi incrível... mas ... achei que se alguns detalhes fossem adicionados ficaria muiiito mais emocionante.

Senti falta da moto demoníaca do Jace... kkk

Vou parar por aqui para não falar demais ...


Beijinhos

Camila Nyx disse...

Ai, eu deveria ter lido isso antes de assistir o filme. Confesso que a minha ansiedade foi tanta que acho que nem me deliciei direito com o filme. Mas eu achei que ficou sensacional, os atores encorporaram tão bem os personagens, Jamie, Rob, Lily e Kevin, God e Lena estavam perfeitos demais. Saí muito satisfeita com tudo, até mesmo com as mudanças. Vou ver se assisto essa semana de novo. *-*

Camila Leite disse...

Eu acabei de assistir o filme, ainda não li os livros, mas confesso ter gostado bastante da trama, espero que quando ler os livros, não me decepcione com o filme! : )
Muito boas as dicas, todos deveriam ler sobre os spoilers, pq a galera sai do cinema achando que é jornalista do Globo ou da Veja e precisa contar todos os detalhes.
Beijos

Camila Leite
@sonhospontinhos
http://sonhosentrepontinhos.com

Lore lu Tosin disse...

acabei de lar cidade das almas perdidas e posso dizer que fiquei sem chão!! A historia é otima e surpreendente, amei!!!!