23 de ago de 2013

Papos de sexta: A arte da timidez

Pode não parecer, mas sou tímida! Já fui bem mais, beeeeeeem mais. Quando eu estava no colégio, demorava um pouco para fazer amizades em turmas novas, mas isso era apenas no começo. O meu problema sempre foi o contato inicial. Depois que eu conheço a pessoa ou a situação... nem ligo mais!
O que me ajudou a evoluir, além do fato de eu crescer e ter que lidar com diversas situações, foi o blog e, logo depois, o vlog. É incrível como o fato de se expressar e encontrar outras pessoas que gostam do que você diz pode melhorar esse lado social e comunicativo. Além de exercitar a forma de eu expor e apresentar as ideias, me fez muito bem ao me dar a oportunidade de conversar com diversas pessoas.
Muitos especialistas afirmam que a internet deixa a pessoa mais introspectiva e propícia a evitar o contato pessoal, o cara-a-cara. Eu não discordo, é claro. Algumas pessoas se fecham, mas eu, diferente dessas teorias, aprendi a desenvolver mais as minhas habilidades sociais por causa da internet. A sacada é usar a internet a seu favor e não como uma forma de se fechar ainda mais. Escrever crônicas, criar um blog sobre um assunto que você gosta ou um vlog (que é muito mais ousado), quem sabe?
Não estou dizendo para vocês começarem a expor sua vida na internet, galera! Bem longe disso. Aliás, se você é menor de idade e quiser criar um blog e/ou vlog, eu acho legal comentar com seus pais. Afinal, nunca se sabe né? Eu sei que pode parecer discurso de velha e que quando eu era menor também achava um saco. Mas sempre fique ligado(a) no que você posta na internet, ter privacidade e cuidado é sempre bom.
Mas voltando ao papo sobre a timidez e tal. Hoje em dia eu sou bem mais desencanada com isso, mas ainda tenho dificuldade nesse primeiro contato. Tanto que é que quando converso com os leitores do blog pessoalmente pela primeira vez, fico um pouco sem graça. Eu nunca sei o que falar! O engraçado é que quando a pessoa conversa comigo sobre qualquer outro assunto antes, respondo totalmente “de boa”, sem timidez. Vai entender, né?
Acho que esse é o real motivo da timidez. Depende muito do assunto que estamos discutindo. Eu não tenho vergonha de puxar assunto com um desconhecido quando vejo que está em dúvida por causa de um livro na livraria, por exemplo. Eu sei, chegar assim, do nada, é meio assustador. Mas é um assunto de escape, fazer o quê? Hahahaha. Para mim, é sempre melhor falar de livro, filme, serie ou música do que do clima ou da demora da fila, por exemplo.
Por que eu escolhi esse assunto para o Papos de Sexta de hoje? Porque na semana que vem, no primeiro final de semana da Bienal, eu vou estar no stand da Galera Record e quero encontrar todos vocês por lá. Vai ser a minha primeira Bienal do Rio e também a minha primeira vez no Rio de Janeiro! Estou tão empolgada que vocês não fazem nem ideia, hahahaha!
                                   

Estamos combinados então? Se você estiver na Bienal não deixe de passar no stand da Record < 3  Para os que não são do Rio ou que não podem comparecer, eu vou estar aqui no blog da Galera Record fazendo a cobertura do que está rolando por lá. Fiquem ligados!
Um beijo e espero por vocês!

Ps: Não liguem se eu ficar um pouco tímida no começo, hahaha.

6 comentários:

Paty Nayara disse...

Aguardando ansiosamente pra encontra com vc, Dona PAm!

bjs

Barbara Sá disse...

Infelizmente não poderei ir à bienal desse ano, mas queria muito te conhecer... Quem sabe na próxima, né?

Beijocas,
www.segredosentreamigas.com.br

Juh** disse...

Eu também sou tímida Pâm!
Mas pode ter certeza que na Bienal eu vou até o stand da Record para te conhecer e tirar fotinhas hehehe. <3

Bjos

Monike Ribeiro disse...

Oi Pam!
Vou estar na Bienal dia 31, e vou la te ver hein!
Beijão!

Tita Mirra disse...

Oi, Pam!

Nem acredito que vamos nos conhecer pessoalmente - e fofocarmos muito sobre Instrumentos Mortais! rs

Nos vemos na Bienal <3

Bjs!

Ellen Kerscher disse...

Garota It na Bienal vai ser luxo!! Parceria que já dá certo! Sucesso, Pam! Vou acompanhar os posts!! :)
Boa Bienal, meninas da Galera! Saudades!
Beijos Ellen